Chacina do Carandiru: O Documentário dos Sobreviventes

Chacina do Carandiru

Chacina do Carandiru


A “chacina do Carandiru” é um termo que surgiu na imprensa nacional após o massacre que aconteceu em uma das maiores casas de detenção de São Paulo à época. Tal evento ocorreu no dia 02/10/1992 e resultou na intervenção da PM (Polícia Militar) para conter a briga entre os presos.

Os acontecimentos dos eventos na chacina do Carandiru foram marcantes ao ponto de o cadeião ter sido implodido no século XXI, uma tentativa dos governantes apagarem tal símbolo desse evento mortífero e marcante na história da carência de direitos humanos no Brasil.

Ao assistir o melhor documentário sobre a chacina no Carandiru, denominado Sobreviventes, você vai ter uma oportunidade de conhecer os fatos conforme as pessoas que conseguiram sobreviver depois do massacre.

De acordo com a contagem oficial, 111 presos morreram na chacina do Carandiru, embora os Sobreviventes indiquem um número maior de óbitos!

A briga dos presos começou no Pavilhão 9. A PM fez intervenção para conter os conflitos sob o comando de coronel Ubiratan Guimarães, acusado pela promotoria de direcionar uma “ação desastrosa”.

Abaixo assista ao filme mais famoso sobre a chacina do Carandiru:

Chacina do Carandiru e o crime organizado!

Entre os resultados da chacina do Carandiru está a suposta origem do PCC, grupo que pode ter controlado o número de homicídios, e, organizado a criminalidade nas metrópoles brasileiras, comprando armas de grosso calibre, e, tornando o país um palco quase anárquico no qual as leis constitucionais pouco têm valor perto dos códigos de honra entre os membros da facção e seus demais Stakeholders.

Você também vai gostar:

Deixe um comentário